ERROS QUE VOCÊ NÃO DEVE COMETER NAS REDES SOCIAIS DO SALÃO – RBB Group
FRETE GRÁTIS NAS COMPRAS ACIMA DE R$ 150 PARA SÃO PAULO, RIO DE JANEIRO e PARANÁ - 5% OFF NO CARTÃO DE CRÉDITO E PIX
FRETE GRÁTIS NAS COMPRAS ACIMA DE R$ 150 PARA SÃO PAULO, RIO DE JANEIRO e PARANÁ - 5% OFF NO CARTÃO DE CRÉDITO E PIX
ERROS QUE VOCÊ NÃO DEVE COMETER NAS REDES SOCIAIS DO SALÃO

ERROS QUE VOCÊ NÃO DEVE COMETER NAS REDES SOCIAIS DO SALÃO

As redes sociais do salão se tornaram um grande meio para fidelizar clientes, atender, manter contato e ampliar a clientela. Porém, se mal utilizadas, elas podem se virar contra o salão. Confira o que não fazer nos perfis do seu estabelecimento:

FALAR MAL DA CONCORRÊNCIA

Não existe nada de pior gosto do que fazer intriga com salões concorrentes. Além de não agregar em nada, seu estabelecimento pode ficar mau visto pelo público que você poderia atingir. Além disso, você não conseguirá ter nenhuma parceria, algo que poderia ajudá-lo a crescer ainda mais e a fazer contatos.

 

NÃO OUVIR O CLIENTE

Seu cliente é seu maior trunfo. Através dele, você entende qual direção dar ao negócio, quais são as melhores decisões a serem tomadas, bem como o que pode ser melhorado. Não ouvi-lo pode levar seu salão à falência, então atente-se a maneira como quem te procura reage aos seus serviços.

 

DEIXAR O PERFIL SEM ATUALIZAÇÃO

Uma rede social desatualizada pode levar a desistência de um cliente em potencial a visitar o seu salão. É necessário estabelecer uma presença virtual e gerenciar suas redes sociais para postar conteúdo no mínimo 5 vezes na semana.

 

NÃO ACOMPANHAR O QUE AS OUTRAS EMPRESAS ESTÃO FAZENDO

Veja bem: acompanhar é diferente de fazer intriga, como foi dito no primeiro item da lista. Saber o que seus concorrentes estão fazendo é importante para ter novas ideias. Além disso, expandir os horizontes do seu salão e saber o que é possível incorporar e o que deve ser afastado do seu negócio. Abra os olhos, acompanhe e aprenda para tirar o melhor e aplicar no seu estabelecimento.

 

SAIR COMPARTILHANDO, DANDO RT OU RESPONDENDO QUESTIONAMENTOS ANTES E ENTENDER A MENSAGEM

Não é muito bem visto engajar publicações que não tenham a ver com salão. Primordialmente, que tenham viés duvidoso ou de má reputação pelas redes sociais. Uma interação errada pode queimar seu salão no âmbito virtual, então melhor não se envolver com problemas.

 

ESCREVER QUALQUER COISA, SEM REVISÃO

Os clientes estão cada vez mais exigentes. O consumidor está sempre atento ao conteúdo, aos erros de português e aos mínimos detalhes que envolvem publicações online. Ter atenção é o segredo.

 

BOMBARDEAR OS CLIENTES APENAS COM INFORMAÇÕES INSTITUCIONAIS E SE AUTOPROMOVER O TEMPO TODO

Quem acompanha um perfil nas redes sociais não quer ver só posts de divulgação. A pessoa quer ver conteúdos que possa absorver e com os quais se identifique. Então, preocupe-se em gerar conteúdo de qualidade para não perder seguidores e alcançar mais público.

 

DEIXAR DE OBSERVAR COMO SUA MARCA ESTÁ REPERCUTINDO NAS REDES SOCIAIS

Não adianta nada ter um conteúdo incrível sem acompanhar as métricas que ele gera. É essencial acompanhar os relatórios das redes sociais do salão para ver o que está dando mais certo, o que gera mais envolvimento e o que não está indo para frente. Assim, você poupa tempo e vai direto ao ponto.

 

FICAR PRESO AO NÚMERO DE SEGUIDORES

Número de seguidores não quer dizer nada se esse público não gera engajamento. Muitas pessoas acreditam que comprar seguidores é uma boa opção para dar expressividade às redes sociais do seu negócio, mas o próprio cliente em potencial percebe que não há interação com os posts. O ideal é ganhar seguidores de forma orgânica, para que eles interajam com você e suas redes sociais fiquem em evidência.

 

COMENTAR SOBRE POLÍTICA E RELIGIÃO

Assuntos polêmicos, como política e religião, são os primeiros que devem ser evitados por quem lida com redes sociais do salão. As pessoas são singulares, cada uma tem uma opinião e gostos particulares, então é melhor deixar esses assuntos de lado para não perder público por tomar lados.

 

MISTURAR A PÁGINA DA EMPRESA COM A PESSOAL

Muitas conexões de trabalho são atrapalhadas pela falta de limites entre o âmbito pessoal e o profissional. Mesmo que você tenha afinidade com alguém, é melhor não se deixar levar por isso quando se fala de empreendedorismo. Amigos, amigos… Negócios à parte.

 

TRANSFORMAR O ESPAÇO EM UM BATE BOCA ABERTO A TODOS

É extremamente mau visto pelo público nas redes sociais ter discussões com clientes ou fornecedores nas redes sociais do salão. O aconselhado é sempre levar a reclamação ou discussão para uma conversa fechada por e-mail ou telefone.

 

 

Veja mais:


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

Comment are moderated